Quem são os economistas por trás dos presidenciáveis?

Sep. 3rd, 2018

Send to Kindle

Com as eleições à presidência de 2018 se aproximando, resolvemos preparar este material no Cointimes para mostrar quem são os grandes nomes econômicos por trás dos presidenciáveis. Separamos um material dos coordenadores econômicos dos principais nomes que estão concorrendo ao cargo.

Os presidenciáveis que estarão nesta lista são: Lula (PT), Bolsonaro (PSL), Marina Silva (Rede), João Amoêdo (Novo), Ciro Gomes (PDT), Geraldo Alckmin (PSDB), Henrique Meirelles (MDB) e Guilherme Boulos (PSOL).

Lula (PT) – 13

Guilherme Mello é o nome da Economia por trás da eleição de Lula. Ele possui graduação em Ciências Sociais pela USP, graduação em Ciências Econômicas pela PUC-SP, mestrado em Economia Política pela PUC-SP e doutorado em Ciências Econômicas pela UNICAMP.

No vídeo abaixo você pode conferir a entrevista que Guilherme Mello concedeu à Globonews, onde o assessor econômico do PT responde perguntas a respeito da crise econômica, criação de empregos formais, déficit fiscal e planos econômicos caso o Partido dos Trabalhadores assuma a presidência da república.

Bolsonaro (PSL) – 17

Por trás da candidatura à presidência do deputado federal Jair Bolsonaro, está o economista Paulo Guedes. PhD em economia pela Universidade de Chicago (EUA), Guedes é fundador e sócio majoritário do grupo financeiro BR Investimentos, além de um dos quatro fundadores do Banco Pactual.

Paulo Guedes também assina colunas de economia no jornal “O Globo” e na revista “Época”. Foi professor de macroeconomia na PUC-Rio, FGV-Rio e no IMPA. Ex-CEO e sócio majoritário do Ibmec, instituição financeira conceituada entre os profissionais brasileiros que atuam no mercado financeiro.

Marina Silva (Rede) – 18

Em sua terceira tentativa de chegar à Presidência da República, Marina Silva se cercou de alguns nomes conhecidos da economia brasileira para compôr sua equipe econômica. Eduardo Giannetti e André Lara Resende são dois nomes de economistas que participam da equipe da candidata do partido Rede.

Eduardo Giannetti possui graduação em Ciências Econômicas pela USP, graduação em Ciências Sociais pela USP e PhD em Economia pela University of Cambridge. Atualmente é escritor e professor da Ibmec.

André Lara Resende é formado em Ciências Econômicas pela PUC-Rio, mestrado em Economia pela EPGE FGV-Rio e PhD em Economia pelo MIT. Além de escritor e ex-professor da PUC-Rio, André foi um dos sócios do Banco de Investimentos Garantia e considerado um dos pais do Plano Real.

João Amoêdo (Novo) – 30

Em sua primeira disputa à cargos políticos, o bancário, engenheiro e administrador de empresas João Dionísio Amoêdo se juntou a um economista de grande nome e reputação no cenário nacional e mundial, Gustavo Franco. O economista também é muito conhecido no meio político, já que foi um dos responsáveis pela criação e implementação do Plano Real.

Gustavo Franco possui graduação em Economia pela PUC-Rio, mestrado pela PUC-Rio e grau de Master of Arts e PhD, ambos na Universidade de Harvard. Além disso, é estrategista-chefe da Rio Bravo Investimentos e presidente do Instituto Millenium. Foi presidente do Banco Central do Brasil, e também diretor da Área Internacional do Banco Central.

Gustavo Franco também participa de diversos conselhos consultivos e de administração, além de escrever regularmente para jornais e revistas. É professor do Departamento de Economia da PUC desde 1986. Tem 14 livros publicados e mais de uma centena de artigos em revistas acadêmicas.

Ciro Gomes (PDT) – 12

O ex-ministro e ex-governador do Ceará, Ciro Gomes, possui como coordenador de sua equipe econômica o economista Mauro Benevides Filho. Formado em Economia pela UnB e com doutorado pela Universidade Vanderbilt, Mauro trabalhou no Banco BMC e é professor concursado da Universidade Federal do Ceará (UFC).

Além de economista, Mauro já foi Secretário das Finanças de Fortaleza, durante a gestão de Ciro Gomes, além de ter sido eleito Deputado Estadual pelo PMDB, em 1990. Em 2014 foi candidato ao Senado pelo partido PROS, mas foi derrotado. Atualmente é filiado ao PDT e faz parte da assessoria econômica da campanha de Ciro Gomes.

Geraldo Alckmin (PSDB) – 45

Governador de São Paulo por quatro mandatos, Geraldo Alckmin disputa, pela segunda vez, a candidatura à Presidência da República. Como assessor econômico, o grande nome de sua equipe é Pérsio Arida, um dos idealizadores do Plano Real, além de ex-presidente do BNDES e do Banco Central do Brasil.

Pérsio Arida possui graduação em Economia pela USP e PhD pelo MIT. Foi professor convidado do Institute for Advanced Study, lecionou na USP e na PUC-Rio, além de ter sido professor visitante da Smithsonian Institution (EUA). Antes do Plano Real, Pérsio trabalhou no Grupo Moreira Salles, tendo sido diretor da Brasil Warrant e membro do Conselho de Administração do Unibanco. Também é um dos co-fundadores do BTG Pactual. O economista também possui diversos livros publicados.

Henrique Meirelles (MDB) – 15

O economista ex-presidente do Banco Central e ex-Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, concorre pela primeira vez à Presidência da República. O principal assessor econômico de Meirelles é o economista José Márcio Camargo.

José Márcio Camargo possui graduação em Economia pela UFMG e doutorado em Economia pelo MIT. Atualmente é professor titular da PUC-Rio e economista da Opus Gestão de Recursos. É referência em assuntos como Microeconomia e Economia do Trabalho.

Guilherme Boulos (PSOL) – 50

Líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Guilherme Boulos é o candidato à Presidência da República pelo PSOL. O assessor econômico por trás da candidatura de Boulos é o economista do PSOL, Marco Antonio Rocha.

Marco Antônio Martins da Rocha possui graduação em Ciências Econômicas pela UFRJ, mestrado e doutorado em Teoria Econômica pela Universidade Estadual de Campinas. Concentra seus estudo na área de Economia Industrial e História do Pensamento Econômico e é pesquisador do Núcleo de Economia Industrial e Tecnológia (NEIT – IE/Unicamp) e professor doutor do Instituto de Economia da Unicamp.

Estes são os assessores econômicos por trás dos presidenciáveis em 2018. Nós do Cointimes esperamos que este conteúdo lhe ajude a conhecer um pouco mais das propostas econômicas de cada um dos candidatos e que tipo de medidas esperar caso algum deles seja eleito.

Este tipo de conteúdo é relevante para você ou alguma pessoa que você conhece? Se for, siga e compartilhe a página do Cointimes e se mantenha sempre atualizado no mercado – Facebook, Twitter, Instagram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *